Estilo. Cada um tem o seu

estilo-al-vestir

Vejo muita gente dizer que não se interessa por moda, e se negar a acompanhar sites que dão dicas para facilitar a nossa vida na hora de nos vestir. Essas mesmas pessoas tem um guarda-roupa abarrotado, não sabem como usar suas roupas e acabam usando sempre as mesmas, tendo muita coisa parada no fundo do armário.

Cada vez mais vejo que a moda existe, especialmente nos dias atuais, não para ditar regras, mas para ampliar as nossas possibilidades de fazer combinações, usar tecidos, texturas e formatos. Ela auxiliar a misturar tendências, básicos, clássicos e desenterrar aquelas peças esquecidas no fundo do guarda-roupa. Abre caminhos para novas ideias e nos ajuda a fazer render o que temos no armário. E aí eu penso: Meu Deus, como eu não tinha pensado nisso antes?

Ao menos é assim que vejo a moda.

O conceito de estilo dentro daqueles 7 tipos que conhecemos: tradicional ou clássico, contemporâneo ou elegante, natural ou básico, criativo, romântico, sexy, moderno ou dramático, já está ultrapassado. A gente não precisa se enquadrar em nada – e como eu sempre digo, daria um nó na cabeça de quem tentasse me rotular em algum estilo (e disse isso neste post lá o insta). Sinceramente, acho que em uma única semana consigo passar por todos eles (inclusive, assim que o frio amenizar um pouquinho por aqui, vou fazer uma semana com uma foto de cada estilo, sem perder a minha essencia – acompanhem o @stalkerdemoda).

No post eu contei que nunca gostei de oncinha, pq achava brega e coisa de perua. Até que percebi (e as minhas referências de moda me ajudaram muito nesse processo) que o problema não era a estampa, mas a forma como ela é usada. E que se eu usar do meu jeito, fazendo combinações que fujam dos esteriótipos, não vou levar comigo esse rótulo de perua brega (não que a pessoa não possa querer ser uma perua brega. Se gosta do estilo, pode e deve). Tudo depende muito da forma como usamos e do nosso jeitinho que inserimos no look.

37061168_1773623549350687_7054489053604872192_n

A moda é um guia que nos abre caminhos para estar sempre inovando nosso estilo, e nunca cair no tédio. Por isso gosto tanto da moda e do que ela representa. A moda não é pra escravizar, é pra libertar! 😀

Anúncios

Fishnet: Meia arrastão dia e noite

mediaspantalonSe tem uma coisa que eu amo nessa vida é ousar nos looks de fim de semana. Espero a semana inteira para poder criar looks loucos e inusitados para curtir os dias de folga, daqueles que não se pode usar no escritório.

Como eu curto rock e toda sua atmosfera glam, camisetas de banda, roupas xadrez, maxi peças e looks com pegada grunge estão sempre entre as minhas escolhas. E tem coisa mais rock’n’roll que uma boa meia arrastão?

É por isso que eu to simplesmente amando esse tendência de incluir meia arrastão em tudo. Ou melhor, agora meias fishnet (rede de peixe). E poder tirar um pouco o foco sensual que a peça carrega, e deixar as produções mais fun no maior estilo sexy sem ser vulgar.

Não preciso dizer que, se antes eu já abusava das meias arrastão nas noites loucas regadas ao bom e velho rock’n’roll, agora me joguei e estou buscando novas formas e combinar a peça.

DSC_2272-ANIMATION

Além disso, eu sempre tive problemas com o cós das meias, ficava me sentindo super insegura quando ele ficava aparente e marcando a cintura. Quando vi os looks destacando a meia acima do cós, achei uma ideia genial e cheia de estilo. Quis logo usar também! Como dizem por aí, não é cópia, é inspiração! 😀 ❤

Estou in love com essa moda!meias-arrastao-hamburguesinha-4CALÇASCOMMEIAmediascolorestela-esportista

Eu realmente achava que a meia arrastão deixava o look muito ousado, sexy e mais arrumado, muito night e reservava as minhas para momentos muito específicos. Nunca tinha pensado em usar esse tipo de roupa no dia a dia.

E quem mais me inspirou para mudar essa ideia foi uma instagramer que comecei a seguir há pouco, mas que tenho curtido muito seu estilo, a Glau Pietrobon. Ela é super estilosa, daquelas que usa pouca roupa, faz combinações super simples, mas tem resultados bem descolados e consegue trazer peças que parecem super noite para o dia a dia de forma tão natural, fazendo parecerem básicas como num passe de mágica. Fora as tattoos dela, que eu acho incríveis.

glau

To curtindo muito essa moda e já super ampliei meu olhar sobre os looks, criando muitas combinações diferentes. As vezes a gente precisa só de um empurrãozinho, uma ideia inusitada e um pouquinho de coragem para abrir a cabeça para novas possibilidades.

E vocês, gostam dessa meia estilosa?