Como ser fashion no frio?

A massa de ar polar foi certeira em cima de nossas cabeças aqui no Rio Grande do Sul neste fim de semana, e segue trazendo muito frio. Nessas horas, bate um certo pânico, queremos enfiar todas as roupas mais quentinhas do armário pelo pescoço, não dá nem tempo de pensar em looks fashionistas.

Só que a moda oversized e a era da sobreposição estão super favoráveis para este clima, já que botar uma coisa por cima da outra é mesmo muito fashion. Duvida?

Para estar na moda nos dias atuais, basta um casaco bem grandão, fofo, peludo ou com mangas amplas, uma calça surrada e botas. Ou um tênis bem confortável. Peles, casacos esportivos e exageros marcam o streetwear.

Os tricôs grandes e de gola alta complementam o visual e deixam tudo mais quentinho.

Se o frio pegar, usar uma camiseta com mangas compridas e gola rolê por baixo da blusa alongada, ou um tricô largo por cima, complementam o visual lindamente e permitem sair de casa com muito estilo.

Quando for sobrepor, quanto mais aparente, melhor!

E se a calça e as saias são curtas, botas e meias-calças entram em cena para complementar o look (podem ser aquelas térmicas). Se ficarem a mostra, melhor ainda!

As cores estão liberadas, sim!

Brincar com os comprimentos empresta elegância. O casaco do tamanho do vestido ou da calça cropped é boa aposta.

Quando tudo parece muito básico, os acessórios dão o tom. Um óculos de lentes transparentes coloridas, especialmente se forem amarelas, e uma bolsa de uma cor surpreendente mudam a cara do look.

E se nada parece adiantar, enrolar um cachecol no pescoço, ou manta como chamam aqui na minha cidade, salva a vida e deixa o look com muito mais charme.

Anotou? Agora é encarar o frio e sair pra vida!

Quer mais dicas? Segue o meu Instagram: @stalkerdemoda

Anúncios

O MUNDO NOS TRANSFORMA: agora o stalker é também IG

A vida é uma evolução constante. É muito louco como aquilo que valia tanto em um certo momento, depois de um tempo já não nos diz mais nada, não nos representa mais. A gente vai mudando, repensando conceitos, se reinventando. E isso mostra a nossa evolução, nossa reflexão sobre o mundo e como ele (e as coisas que acontecem nele) também refletem sobre nós.

Junto com a gente, a moda tá sempre mudando também. E a criatividade humana não tem fim. Num dia estamos usando calças saintropez, em outro dia com o cós super alto, num dia os casacos são oversized, em outro mais ajustados. Muito disso é para estimular o consumo, como sabemos, mas também é uma forma de experimentação, de podermos fazer parte das mudanças e entender onde a nossa roda da vida pára, o que gostamos realmente, o que não serve pra nós, qual o nosso verdadeiro estilo. E o mais legal disso tudo, é que ele também pode ser mutante!

Sempre vi a moda como uma forma de expressão, de se comunicar com o mundo. Lá no início do blog, um pouco contrariada, eu queria mostrar tudo o que estava na moda, mesmo coisas que eu não usaria, porque achava que as pessoas deviam poder escolher o que usar. Depois, comecei a perceber que o meu blog precisava mostrar somente o que faz sentido pra mim. E trazer soluções, mostrar como estou lidando e como me posiciono com o que não me serve. E assim foi!

Agora, o Stalker mudou. De novo! E vai mudar ainda mais, porque eu vou mudar. Sou super aberta a mudanças, acho que aí está a verdadeira evolução, entender o nosso momento atual, se readaptar. Mas tudo precisa do seu tempo para acontecer e devemos respeitar o nosso próprio tempo. Hoje esse novo tempo chegou pra mim.

Na verdade, o blog vem mudando não é de hoje, os conteúdos, as formas de mostrar minhas ideias, meus gostos e combinações que estão sempre em movimento, sempre se renovando e refinando (e esse refinando não é no sentido de ficar mais fino/ chique, mas se refinando ao que tem a ver comigo mesmo, ao meu jeito). Mas a essência continua sempre a mesma e a minha personalidade está marcada em cada conteúdo.

Minha ideia aqui é cada vez mais trazer ideias, soluções, assuntos que estão matutando na minha cabeça e olhares diferentes sobre o mundo e a nossa forma de interferir nele. Especialmente por meio da moda.

Essa nova identidade visual, criada pela designer Ana Paula Righi, não por coincidência minha irmã – que inclusive já teve uma participação super ativa no início do blog e que me conhece como ninguém – reflete muito sobre mim. Meu jeito despojado e leve de ser, não gosto de nada muito certinho, mas estou sempre me adaptando às diversas situações que a vida apresenta, equilibrando. As asas, que lembram uma borboleta quando unidas, são cópias das tatuagens que tenho nas canelas, e demonstram esse meu jeito livre e despretensioso de ver a moda e todas as coisas ao meu redor.

Estou sempre cheia de ideias e gosto muito de dividir com vocês! Por isso, decidi criar o instagram do Stalker, mostrando um pouco mais sobre mim, meus looks e as milhares de formas possíveis de usar as tendências que estão por aí. Além de tudo o que faz parte do meu universo, livros, lugares, momentos. E o mais legal, tudo verdadeiro, do jeitinho que tem que ser. Me acompanha lá: @stalkerdemoda.

Cores claras para o verão

Eu acho lindo looks clarinhos e alegres. Eles iluminam os dias, especialmente no verão, além de ter aquela proposta fresh que a gente tanto quer quando está calor.

A gente se acostuma muito com as roupas sóbrias, lança logo mão do pretinho básico, dos sapatos e bolsas pretas e, ao menos pra mim, acaba sendo muito estranho quando não tem nada preto ou cinza no meu look. Fico até perdida para escolher os acessórios.

De um tempo pra cá, estou investindo em roupas coloridas e cores claras, tentando dar uma cara mais leve pros meus looks e tô amando tanto essa vibe. Sempre curti muito os looks rocker, mas também sempre amei o lady like, hoje busco um equilíbrio entre essas propostas e tenho apostado muito mais na leveza.

Por isso que eu quis dividir algumas inspirações aqui no blog.

 

Looks que tenho usado recentemente

Eu amo rosa, é a minha cor favorita, então, pegando carona na moda do tal rosa millennial, tenho usado muito a cor. Nessa minha ideia de tons claros, não necessariamente tem que ser cores candy ou pastel, mas sim looks que sejam mais alegres, leves, divertidos, que fujam do sóbrio.

INSPIRAÇÕES:

Combinar as peças claras sandálias nudes e tênis branco faz toda a diferença!

e2cc60b0459d619fa0373610c0f53119

Estampas são perfeitas para alegrar o look no ato.

O jeans é um ótimo complemento pra equilibrar as cores claras.

O caramelo faz uma combinação perfeita com as cores mais quentes.

Combinar cores improváveis como o rosa e o amarelo, ou o verde e o pink também tá valendo.

8b544d7c36215a73516bc9797321df76

Essa é a ideia, leveza para os dias de verão, luz e muita cor ❤

Como criar o estilo boho sem comprar nada

O estilo boho é muito usado por quem frequenta festivais e tem tudo a ver com esse clima primavera-verão, já que é um misto de flores, tecidos naturais e peças mais pesadinhas que fazem o contraponto e dão personalidade ao look.

O meu estilo é uma grande miscelânea de estilos que me fazem brilhar o olho, entre eles, o boho é um que gosto muito, mas que acho bem difícil de seguir sem parecer fantasiada. É muita informação de chapéus, franjas, sobreposições, e isso me deixa um pouco insegura para trazer esse estilo para o meu dia a dia. Mas, como não precisamos nos caracterizar de boho para ir trabalhar, então porque não trazer elementos dele para o nossos looks, e melhor ainda: sem precisar colocar a mão no bolso.

Pergunte-me como!

Bom, primeira coisa é entrar pra dentro do armário e separar tudo que existe dentro dele que seja de

RENDA
TECIDOS NATURAIS (TRICÔ, CROCHÊ)
ESTAMPA FLORAL E ÉTNICA
FRANJAS
PENAS
PEDRARIA E BORDADOS
TECIDOS FLUIDOS
SAIAS LONGAS
CALÇA LARGUINHA E FLARE
BIJUS GRANDES DE PRATA
ÓCULOS VINTAGE
ANKLE BOOTS

Tudo! O chapéu deixamos pra quem é mais ousada. Baseada no meu armário, que é um armário mais ou menos comum, com isso visto, seguem as dicas então:

SOBREPONHA PEÇAS PESADAS A OUTRAS MAIS FLUIDAS

O vestido fluido com botas e casaco pesado são a cara do estilo. As sobreposições são super bem-vindas e esse contraponto de movimento e estaticidade é o grande segredo.

APOSTE NA SAIA LONGA

Saia estampada com blusinha de renda ou crochê é muuuito boho. Se quer uma pegada mais discreta, vai de camisa (também pode ser jeans) e botinhas.

COMBINE JEANS COM BLUSAS E VESTIDO LEVINHOS

Falando em jeans, de novo aqui entra essa ideia de fazer o contraste entre o pesado e o leve. O jeans é um grande aliado pq traz simplicidade pro look e ajuda a deixar tudo mais básico.

A HORA DOS MAXI CARDIGÃS E COLETES

Uma roupa básica pode se transformar em boho com poucos elementos, como um colarzão somado a um colete ou casaco poderoso. E aqui é o momento de tirá-los do armário. De tecidos mais naturais, eles dão a característica que faltava pra produção.

MISTURE ESTAMPAS E TEXTURAS

Combine estampas florais com geometricas, misture, além de tecidos fluidos com outros mais grossos, também rendas, jeans, lã e algodão, para um resultado mais interessante.

PREFIRA TONS TERROSOS

Os tons terrosos somados a mais uma estampa ou sapato boho, já garantem a cara do estilo no ato.

PESE NOS ACESSÓRIOS

Muita prata, moedas, pedrarias, colares e pulseiras definem o boho e podem ser o divisor de águas pra um look super bem coordenado no estilo.

DICA: Aproveite pra inserir elementos boho nos detalhes, como a bolsa, cintos e os colares com bordados, franjas, aplicações, pedras e muito couro. Bota com vestido é uma aposta básica.

E é isso, use a criatividade, misture todas as peças citadas acima que existam no teu guarda-roupas e boa sorte!

Como usar pantacourt no inverno

Neste verão tratei logo de comprar a minha calça pantacourt, ou culotte, como alguns chamam. Ela lembra umas calças que se usava no início dos anos 2000, as calças capri. São super descontraídas e confortáveis.

Mas desde o início tive dificuldades de combinar com sapatos.

Primeiro eu achava que só com salto alto ela ornava, pra não achatar a silhueta. Gostava de usar com plataformas. Depois comecei a usar com tênis e rasteiras. Até que o frio foi chegando e bateu o pânico: Com que vou usar essas malditas calças no inverno?

Lá fui eu catar inspirações na internet.

O Steal the Look já tinha dado a dica de usar botas longas com calça culotte para dar uma alongada. Ou pelo menos que a calça ou a bota sejam compridas o suficiente para tapar a canela. A dica era sempre essa, o que me deixou um pouco chateada, já que a minha calça é um pouco mais curta.

Então, lá fui eu pesquisar e descobrir um universo de possibilidades invernais pra usar a tal pantalona curta.

E vi que a canela pode ficar de fora, sim! Ou que uma meia pode ser bem vinda para compôr o look.

Também adorei a ideia de usar uma bota com cano curto com a calça, criando um estilo bem depojado.

Misturar com tricôs e roupas mais pesadas também me inspirou e me encheu de novas ideias e combinações com esse tipo de calça. Tanto que estou até pensando em comprar mais uma, um pouco mais grossinha.

A ideia de usar peças de alfaiataria com tênis, moletons e roupas mais esportivas já tá até batida, mas com essa calça, orna super bem esse tipo de hi-lo. Eu adorei!

Agora é só botar em prática essas dicas e arrasar. Já vou correr pro meu armário pra buscar as combinações mais legais.

Beijos,

Lucia