Cores claras para o verão

Eu acho lindo looks clarinhos e alegres. Eles iluminam os dias, especialmente no verão, além de ter aquela proposta fresh que a gente tanto quer quando está calor.

A gente se acostuma muito com as roupas sóbrias, lança logo mão do pretinho básico, dos sapatos e bolsas pretas e, ao menos pra mim, acaba sendo muito estranho quando não tem nada preto ou cinza no meu look. Fico até perdida para escolher os acessórios.

De um tempo pra cá, estou investindo em roupas coloridas e cores claras, tentando dar uma cara mais leve pros meus looks e tô amando tanto essa vibe. Sempre curti muito os looks rocker, mas também sempre amei o lady like, hoje busco um equilíbrio entre essas propostas e tenho apostado muito mais na leveza.

Por isso que eu quis dividir algumas inspirações aqui no blog.

 

Looks que tenho usado recentemente

Eu amo rosa, é a minha cor favorita, então, pegando carona na moda do tal rosa millennial, tenho usado muito a cor. Nessa minha ideia de tons claros, não necessariamente tem que ser cores candy ou pastel, mas sim looks que sejam mais alegres, leves, divertidos, que fujam do sóbrio.

INSPIRAÇÕES:

Combinar as peças claras sandálias nudes e tênis branco faz toda a diferença!

e2cc60b0459d619fa0373610c0f53119

Estampas são perfeitas para alegrar o look no ato.

O jeans é um ótimo complemento pra equilibrar as cores claras.

O caramelo faz uma combinação perfeita com as cores mais quentes.

Combinar cores improváveis como o rosa e o amarelo, ou o verde e o pink também tá valendo.

8b544d7c36215a73516bc9797321df76

Essa é a ideia, leveza para os dias de verão, luz e muita cor ❤

Anúncios

Sobreposições com vestidos (parte 2)

Seguindo a série Sobreposições com vestidos, sobre essas maravilhosas ideias para deixar os looks super atuais e diferentões, hoje a coisa ficou mais hard. Agora a ideia é misturar o vestido com calças. 😮

saia-de-calca-3

Sim, essa exige mais coragem e disposição para sair na rua cheia de estilo e chamando atenção por onde passa. Mas é uma forma incrível de multiplicar o guarda-roupa e usar peças que talvez estejam paradas há tempos sem uso.

Vestido transparente pra deixar a calça aparecendo. E se esfriar, vale colocar um moletom por cima.

Se o vestido tiver fendas e aberturas, melhor ainda. Também uma boa ideia pra botar pra jogo aqueles vestidos muito curtinhos ou transparentes, que a gente acaba deixando pra usar só na praia ou em momentos muito específicos.

E pra quem não arrisca muito, misturar o vestido com legging fica facinho. Essas camisetas alongadas são ótimas para dar esse efeito sem ousar demais.

Dica: comece usando vestido com leggings e camisetas compridas com jeans e aos poucos vá tomando coragem. Eu, particularmente, adoro esse tipo de desafio.

Veja outras ideias de sobreposições aqui e aqui.

Sobreposições com vestidos (parte 1)

Sim, eu amoo sobreposições! Acho que dá um toque inusitado no look sem muito esforço. Aquele truque que te deixa fashion no ato, sabe? E o melhor, sempre dá pra adaptar com o que a gente já tem no guarda-roupa.

Estou adorando essa onda de sobreposições com vestidos. Já que por ser uma peça única, acabamos usando eles sempre da mesma forma, e eu já tinha sugerido algumas técnicas para mudar a cara do vestido aqui e aqui. Porque né, odeio monotonia! 😀

Daí veio essa ideia sensacional de combinar o vestido com uma saia, AND (aí vem o grande truque), deixar a barrinha aparecendo. Pode ser também uma chemise compridinha. E eu achei simplesmente genial.

Vestido midi com saia mais curta.

Pras mais ousadas, saias estruturadas.

Pras mais discretas, chemise levemente escapando por baixo da saia.

Quero testar já!

(aguarde a parte 2 da série Sobreposição com Vestidos)

Inspiração do dia: HALLOWEEN

O Halloween sempre me inspira e eu entro no clima rapidinho. Já pego logo um livro com histórias de terror e mistério, visto roupas divertidas, uso todos os filtros do stories do insta, snapchat e afins, e olho filmes e séries assombrosas. No ano passado foi American Horror Story.

Por isso, quis fazer um compilado das minhas inspirações do dia, e que já vêm me inspirando durante todo o mês de outubro.

ASSISTIR STRANGER THINGS

stranger-things-2-pumpkins

OLHAR PELA MILÉSIMA VEZ O ESTRANHO MUNDO DE JACK

USAR UMA CAMISETA DO JACK (ou de outro personagem que a gente ama)

LER UM LIVRO DE TERROR

IMG_20171028_134939621

MAKE OLHO TUDO, BOCA TUDO

Porque hoje pode

USAR SAIA LONGA E CHAPÉU

saia-longa-fenda-55

USAR ROUPAS COM CAVEIRAS

looks-caveiras

USAR CAMISETA DE BANDA
4195714_flannel_DSC_0285_lookbook

ESCUTAR MARILYN MANSON, NIGHTWISH E OUTRAS BANDAS QUE INSPIREM O MOMENTO

 

Happy Halloween!

Coisas minimalistas que eu sempre fiz e não sabia

Sempre me considerei uma pessoa muito vaidosa, consumista e um pouco impulsiva. Quando via algo que eu gosto, geralmente preferia nem pensar e já sair comprando, depois pensava nas consequências, tipo Delírios de Consumo de Beck  Bloom, sabe? Ok, exageros a parte,  mesmo com pouca grana, acabava me endividando um pouco para comprar coisas q muitas vezes eu nem precisava. E isso tem me feito refletir, botar no carrinho e só tomar a decisão de compra no dia seguinte. Quando vou a uma loja, vou determinada a comprar as peças certeiras, isso ajuda a não meter o pé na jaca.

Estou falando tudo isso porque tive uma mudança de atitude na minha relação com as compras já faz um tempo porque queria economizar para poder viajar mais. Em paralelo, tenho doado muuita coisa e vendido outras. Assistindo diversos vídeos sobre minimalismo, descobri que tenho seguido alguns princípios minimalistas mesmo sem querer. E, mesmo muito longe de me tornar uma pessoa minimalista, tenho diversas atitudes que fazem parte da minha vida e do meu dia a dia que vão de encontro com essa tendência. E, juro, isso me deixou muito feliz!

Então resolvi compartilhar aqui no blog os momentos minimalistas:

1 Nunca compro aplicativos

Com tantos aplicativos legais e gratuitos e os dias cheios, nunca senti a necessidade de comprar um aplicativo. Sou dessas que sempre dá um jeitinho e arranja aplicativos e programas de computadores similares para chegar aos resultados que quero. Dá um Google aí, gente!

2 Não gasto com faxineira, pedicure e depilação

O que eu posso fazer sozinha, prefiro não pagar pelo serviço. Aprendi a fazer as unhas quando fui morar fora e a grana era curta pra estar gastando a toa. Eu não valorizo uma unha tããão bem feita, então… A faxina nem se fala, na capital uma diarista era inviável, e eu preferia botar a mão na massa e ficar com uma graninha extra para sair com os amigos. A depilação veio depois, no início foi um pouco difícil, não ficou tão direitinho, mas peguei o jeito rápido e a cada 20 dias estou lá dando os retoques. Bom, é questão de prioridades, e essas não são as minhas.

3 Não frequento lavanderias

Lavanderia também entra na linha da faxina, a menos que seja um cobertor muito pesado ou um vestido de festa impecável, nunca gasto com lavanderia, prefiro lavar minhas próprias roupas.

4 Compro maquiagem só quando preciso

Blush usado como sombra e como blush

Eu já tive uma quantidade absurda de maquiagens, não podia ver um novo quarteto de sombras e não levar para casa. Tinha 5 rimels, 3 lápis e 4 delineadores, mil sombras e 10 blushs. Só que comecei a me dar conta que tudo estava ficando vencido e eu não estava conseguindo usar. Então simplesmente parei de comprar. Hoje ainda tenho muitas sombras, mas mantenho todas as minhas maquiagens em uma caixa pequena, e procuro manter somente o que está em uso. Além disso, tenho apostado muito em produtos multi-tarefas. Adoro usar uma sombra como iluminador, ou o blush como sombra, isso também ajuda a acumular menos e carregar menos coisas na bolsa.

5 Não compro lançamentos de produtos eletrônicos

Quando vou comprar um novo aparelho celular, busco um modelo intermediário, com um preço razoável, mas que possa me render no mínimo 1 ou 2 anos de uso sem prejudicar o meu dia a dia. Prefiro manter os produtos eletrônicos até estragar, para daí sim procurar outro. Isso para TV, celular, computadores, a menos que fiquei realmente muito antigos, daí não tem jeito, tem que trocar!

6 Costumo comer em casa e carregar lanchinhos

Uma coisa que tenho feito ao longo de anos é tirar os embutidos e comidas prontas da minha dieta. Eles são cheios de conservantes, sódio e porcarias. Também nessa de estar sempre com a grana curta, não tenho o costume de comer muito fora, porque acabo achando um gasto desnecessário. Então, carrego sempre meus lanchinhos que compro muito mais barato no supermercado, ou faço em casa. Dou preferência pra frutas e produtos mais naturais que, consequentemente, não geram lixo.

7 Só tenho roupas que eu realmente uso

Ok, isso é super difícil e muitas vezes acabo descobrindo peças que adoro e uso pouco. Quando isso acontece, já separo aquela roupa para ser usada imediatamente, e invento algum look com ela. Se vejo que não vai ter jeito, já descarto. Outras coisas resolvi vender, já que são peças novas, caras, que tiveram pouco uso e já não tem mais a ver comigo. Para aproveitar ainda mais meu guarda-roupa, gosto de misturar estampas, texturas e peças improváveis. Isso torna as possibilidades quase infinitas. Eu adoro uma promoção, mas tenho procurado também comprar roupas de qualidade, assim duram mais e não precisa ficar trocando toda hora, é difícil resistir a uma blusinha nova de R$20, mas estou tentando – meta do ano!

Tô me achando suuuper minimalista depois dessa lista. Lembrando que minimalismo não é o que a gente usa, e sim uma forma de simplificar a vida!

Cliquem aqui e para visitar minha lojinha no Enjoei.