Estilo. Cada um tem o seu

estilo-al-vestir

Vejo muita gente dizer que não se interessa por moda, e se negar a acompanhar sites que dão dicas para facilitar a nossa vida na hora de nos vestir. Essas mesmas pessoas tem um guarda-roupa abarrotado, não sabem como usar suas roupas e acabam usando sempre as mesmas, tendo muita coisa parada no fundo do armário.

Cada vez mais vejo que a moda existe, especialmente nos dias atuais, não para ditar regras, mas para ampliar as nossas possibilidades de fazer combinações, usar tecidos, texturas e formatos. Ela auxiliar a misturar tendências, básicos, clássicos e desenterrar aquelas peças esquecidas no fundo do guarda-roupa. Abre caminhos para novas ideias e nos ajuda a fazer render o que temos no armário. E aí eu penso: Meu Deus, como eu não tinha pensado nisso antes?

Ao menos é assim que vejo a moda.

O conceito de estilo dentro daqueles 7 tipos que conhecemos: tradicional ou clássico, contemporâneo ou elegante, natural ou básico, criativo, romântico, sexy, moderno ou dramático, já está ultrapassado. A gente não precisa se enquadrar em nada – e como eu sempre digo, daria um nó na cabeça de quem tentasse me rotular em algum estilo (e disse isso neste post lá o insta). Sinceramente, acho que em um única semana consigo passar por todos eles (inclusive, assim que o frio amenizar um pouquinho por aqui, vou fazer uma semana com uma foto de cada estilo, sem perder a minha essencial – acompanhem o @stalkerdemoda).

No post eu contei que nunca gostei de oncinha, pq achava breja e coisa de perua. Até que percebi (e as minhas referências de moda me ajudaram muito nesse processo) que o problema não era a estampa, mas a forma como ela é usada. E que se eu usar do meu jeito, fazendo combinações que fujam dos esteriótipos, não vou levar comigo esse rótulo de perua brega (não que a pessoa não possa querer ser uma perua brega. Se gosta do estilo, pode e deve). Tudo depende muito da forma como usamos e do nosso jeitinho que inserimos no look.

37061168_1773623549350687_7054489053604872192_n

A moda é um guia que nos abre caminhos para estar sempre inovando nosso estilo, e nunca cair no tédio. Por isso gosto tanto da moda e do que ela representa. A moda não é pra escravizar, é pra libertar! 😀

Anúncios

8 itens desejo de primavera

Muda a estação e a gente já fica desejando dar aquela renovada no guarda-roupa. Especialmente quando vamos do inverno diretamente para a primavera, estação das flores, das cores e do inicinho do calor. Daí já queremos colocar os pés de fora, usar um decote mais ousado, blusas ombro a ombro, saias fluidas e vestidinhos floridos.

Nessa vibe primavera já fiz compras da Dafiti de peças candy colors, vermelhas e funs e já tenho mais uma listinha de desejos esperando para serem concretizados pra compor meus looks super fresh.

  1.  Calça alfaiataria
    Acho lindo esse modelo de calça com cós alto, larguinha em cima e que vai afunilando na barra. Veste super bem, fica chique e estilosa ao mesmo tempo. Precisando!
  2. Saia jeans longa
    Não consegui aderir a saia midi ainda, mas já ando louca por essas saias longas com fendas, que fazem um meio termo interessante. Essa jeans achei muito a minha cara. Quero já!
  3. Camisa Vitoriana
    Sou suspeita pra falar, pq adoro tudo que tenha punhos, mas esse tipo de camisa é um charme e tá super em alta. Acho chique!
  4. Saia floral
    No mês das flores, não tem como descartar o floral. Pra q eu me renda definitivamente à saia midi, ela precisa ter uma estampa maravilhosa e uma fenda. Daí fica fácil!
  5. Calça mom
    Eu sempre curti modelos de calça mais larguinhos, e essa de cós alto e corte reto veste muito bem, especialmente pra quem tem poucas curvas.
  6. Vestido fluido
    Essas roupas estampadas e esvoaçantes são tão a cara da primavera que nem precisa dar muitas explicações do pq ele está nesta modesta lista. A combinação com peças pesadas como couro e botinhas ganhou meu coração ❤
  7. Colete jeans
    Há hooooras que estou de olho em um colete desses, e gostei ainda mais desse modelo oversized, que vai por cima de qualquer coisa e muda a cara do look no ato. Amei!
  8. Flat mule
    Adoro sapatos masculinos, estilo Oxford, e curti muito esse modelo confortável e arrumadinho do mule. 

    Tenho tentado ser contida, minimalista, básica, sensata AND sustentável na hora de ir às compras, mas nem sempre a gente consegue, né gente? Mas nada melhor que uma listinha para coordenar o que realmente tem que ter no nosso guarda-roupa.

    Beijos!

O retorno do calor e a lingerie aparente

arrasando-nas-combinações-de-lingerie-aparenteE não é que essa moda pegou? Depois dos sutiãs com alças extras que invadem os decotes, agora a moda é a transparência e a lingerie liberada em plena luz do dia.

Ousada e cheia de personalidade, a lingerie pode vir timidamente aparecida no decote generoso de uma camiseta ou na camisa abertinha, em um body rendado apenas combinado com calça jeans ou até mesmo um sutiã usado como top por cima de uma camiseta, ou direto na pele mesmo. Haja coraji!

Lingerieaparente1

Mas não tem como negar que fica lindo, criativo e bem sexy. Além de ultra feminino. Mto femme fatale, eu diria.

A dica é combinar com peças amplas, casacos esportivos, jeans e até blazers. E claro, aproveitar para usar em cidades praianas, na balada e em momentos de lazer.

Só a gente mesmo para saber os nossos limites e ousadias, então, vai testando e descobrindo qual a tua vibe. Autoconhecimento é sempre algo maravilhoso!

IMG_20170228_015233_105

Tim tim!

Como usar camisa sem ficar careta

Eu nunca gostei muito de camisas, porque acho que fica muito arrumadinho. Nada a ver comigo, que curto um look mais despojado. Tenho umas quantas camisas no armário, mas uso basicamente duas: um jeans e uma xadrez, e sempre abertas, sobrepostas a uma camiseta. No máximo amarradinhas com um nó ou na cintura.
Ultimamente, as camisas deram um boom no mundo fashion, e aparecem muito longe dos looks de escritório. Combinadas com tênis esportivos, calças destroyed e misturadas com peças surpreendentes, ganharam uma cara mais cool, e eu to curtindo essa nova vibe camisa.

Trouxe aqui algumas tendências que me chamaram atenção e trouxeram um novo ânimo pra eu apostar nessa peça tão básica e essencial em qualquer guarda-roupa.

  1. Deixar a lingerie a mostra. Esse truque já usei na balada e achei bem legal, tirou total a caretice da camisa. Outra ideia é colocar só um lado dela pra dentro da calça.
  2. Deixar a camisa caída no ombro. Como eu não gosto de nada muito certinho e alinhado, esse truque achei incrível pra dar uma despojada no look. Dá pra usar com top, desses de academia, por baixo. Fica show!
  3. Sobrepor a um vestido. Essa é uma das minha dicas favoritas, e que uso no dia a dia. O diferencial no primeiro look ficou por conta do cinto, que deu uma unidade pras camadas. O nozinho também ajudou a dar uma acinturada, curti!
  4. E essa dica mereceu um número só pra ela. Em vez de sobrepor a camisa ao vestido, porque não sobrepor o vestido à camisa? deixando ela abertinha na gola e combinando com um tênis fica bem cool.
  5. Blusinha de gola rolé por baixo da camisa. Esse truque também estou apostando, e achando bem diferentão.
  6. Com um top por cima. Fica ousada e pode ser usada pra night. O top pode ser curtinho, mais comprido ou também rendado, como um sutiã.

  7. Sobreposta a uma jaqueta, criando camadas, ou aparecida por baixo de um tricô. Essas eu costumo usar no dia a dia e acho bem legal pra dar um up no visual.

E são essas, dicas mega úteis pra arrasar com camisas sem ficar careta! 😀

Meias verdades: como incluir meias no look

Eu sempre adorei meias, quando o verão se vai e chega o ventinho outonal, vou logo apelando para as quentinhas e maravilhosas meias que abrigam os pés e emprestam uma vibe fun ao look.

Das meias calças, às básicas e divertidas soquetes, as opções se multiplicam para todo o tipo de gosto. Eu trouxe aqui um montão de inspiração pra mostrar como é possível criar todo tipo de composição com meias, desde as mais básicas e esportivas, até as mais elaboradas.

As meias viraram protagonistas quando surgiram nas versões glam em lurex ou arrastão (ou, como chamam agora, fishnet). Já falei delas aqui. Pega um look básico, taca uma meia de lurex, e tchanamm, glamourizou!

Assim, as meias passaram a ser usadas não só com tênis, mas também com sapatos mais sociais, mocassins, oxfords e até scarpin. E se a fishnet tiver rasgadinha, não tem problema, usa assim mesmo que dá uma dramaticidade. 😄👌

Meia com sandália também pode, e cada vez pode mais. Prova disso, é que temos um post nesse mesmo blog que vos fala, de maio de 2013 sobre o assunto, aqui! E pra isso não tem regra, pode ser  as meias da modinha, ou pode ser algodão mesmo, brancas, coloridas, roubadas do pai, da academia, com estampa de bichinho ou bordada. Só depende da tua vibe e do teu humor.

Aliás, as meias esportivas foram pras ruas com tudo, e eu juro que eu já usava scarpin com meia de algodão lá no início dos anos 2000, porque eu que não ia ficar congelando meus dedinhos. E olha como pode ficar legal se a pessoa tem estilo:

E por fim, mas não mais importante, meias com botas. Em vez de deixá-las escondidas, faz elas aparecerem. Pode ser as mais curtinhas, de lã ou 7/8, enrugadinha ou esticada. Olha como fica legal:

Aliás, eu sempre acreditei que essa coisa de ter ou não ter estilo é algo muito pessoal. O nosso estilo é a gente quem cria, e por mais básica que a pessoa seja, se um dia resolver ousar, ainda assim estará dentro do seu estilo. A gente pode tudo, é só querer!!

Só falo verdades 😉