Tomboy, Boyish, Coco Chanel e a minha adolescência grunge

Lá nos anos 20, Coco Chanel lançou moda com sua irreverência e fez todo mundo desejar invadir os armários masculinos em busca de preciosidades fashion. Tudo o que ela queria era se expressar, manter seu conforto, mas sem perder a elegância. E foi assim que nasceu o estilo Tomboy e as mulheres finalmente passaram a usar pantalonas.

Tomboy, substancialmente, se refere a menina que apresenta comportamento tipicamente masculino. E hoje dá nome às roupitchas inspiradas no guarda-roupa deles, que tanto amamos. Afinal, porque ficar presas a roupas de mulherzinha, se podemos ter tudo, não é mesmo?

E não é que essa moda pegou mesmo, e agora mais do que nunca mulheres do mundo inteiro desfilam com seus sapatos oxfords, calças de alfaiataria, blazers, camisas amplas e até gravatas.

A propósito, a camisaria está em alta, e já encontrou diversas formas de uso, muito mais inusitadas do que o abotoamento certinho.

Os anos 80 e seu estilo Rockabilly, foram o BOOM do estilo Boyish, e trouxe toda aquela maravilhosa informalidade dos anos 90 que hoje está de volta.

Quando eu era adolescente, estava em alta a moda grunge, acho que por isso até hoje tenho um apego a esse estilo largadão. Lembro que eu buscava essa identificação com os meninos o tempo todo, e tentava conquistar o cara que eu tava a fim usando o tênis igual ao dele. Era minha forma de me expressar, de tentar ser aceita.

Naquela época, em meados de 1993, a gente tinha como referências as bandas tipo Nirvana e Guns, usava bandanas, camisas xadrez, calças pijama, jeans destroyed, tênis e moletons gigantes, igualzinho aos meninos. Por isso, pra mim a moda do grunge é a maior referência quando se fala em Boyish, que significa justamente isso: estilo inspirado no guarda-roupa masculino com uma pegada street, mas, diferente do Tomboy, é composto por peças mais modernas e despojadas.

E o melhor da moda é o quanto ela vai e vem, sempre igual, sempre diferente. O quanto ela se transforma, se resgata, se inspira nela mesma. E aquelas mesmas peças desejo de antigamente, voltam a povoar o imaginário atual.

Outro dia passei por uma menina na rua, e tive certeza que era eu na adolescência: calça preta, moletom oversized, cabelo preso baixo, tênis e mochila. E isso é sensacional! Os adolescentes estão voltando a se expressar com a rebeldia e atitude de antigamente.

Eu amo esse estilo! Acho que é algo que ficou guardadinho nas minhas melhores lembranças daquele tempo. E olha que louco, minha essência e objetos desejo talvez continuem os mesmos desde a adolescência.

O outuno/ inverno é uma ótima época para abusar das sobreposições e peças mais pesadas que esse estilo exige. Hora de apostar!

E vcs, curtem o estilo mais despojado dos meninos?

LEIA TAMBÉM:

> Camisa xadrez e a volta da Era Grunge

> Maxi jaquetas jeans

> Grunge: Do rebelde ao fashion

Lu

Anúncios

Quem gostou, comenta aí

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s